segunda-feira, 12 de outubro de 2009

A ave com mais glamour ...


Haverá poucas penujens no planeta que sejam tão bonitas como a dos pavões. Mas muito há para saber sobre a forma como adquirem o esplendor das suas cores.

Quando colocada à luz de uma lâmpada, em determinado ângulo (de inclinação lateral ) cada uma das penas da cauda dos pavões tem apenas uma cor: a preta. Isto porque são os pequenos e finíssimos filamentos que existem na parte frontal das penas que decompõem a luz nas várias cores do arco-íris.

É o resultado dessa decomposição, num espectro de inúmeras nuances de cor, que nós vemos. Razão pela qual as cores, a sua tonalidade e intensidade dependam da forma como a luz incide nas penas. Daí que nem sempre pareça o mesmo animal, por vezes mais azul, outras mais verde ou dourado. Ciente do efeito resplandecente e encantador da sua penujem, o pavão roda a cauda, com a qual hipnotiza os admiradores e as fêmeas também.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Classificação das Aves

Reino Animal

Filo dos Vertebrados

Classe das Aves

Subclasse Archaeonirthes – aves ancestrais do Jurássico superior, Arqueoptérix.
Subclasse Neonirthes – aves verdadeiras, do Cretáceo a recente.
Superordem Odontognathae - aves a com dentes, do Novo mundo.
Ordem Hesperornithiformes – especializada para a natação, do Cretáceo superior.
Ordem Ichthyornithiformes – semelhante à gaivota, do Cretáceo superior.
Superordem Neognathae – aves típicas, sem dentes.
Ordem Tinamiformes – Inhambu e Macuco.
Ordem Rheiformes – Ema, do Mioceno recente.
Ordem Struthioniformes – Avestruz, aves andadoras, do Mioceno a recente.
Ordem Casuariiformes – Casuar e Emú, do Plioceno a recente.
Ordem Aepyonithiformes – sem capacidade de vôo, recente, mas extinta.
Ordem Dinornihiformes – Moa e Kiwi.
Ordem Shenisciformes – Pingüim.
Ordem Procellariiformes – Albatroz e Procelária.
Ordem Pelacaniformes – Pelicano, Biguá, Mergulhão e Atobá.
Ordem Anseriformes – Pato, Ganso e Cisne.
Ordem Falconiformes – Urubu, Abutre, Gavião, Falcão e Águia.
Ordem Galliformes – Tetraz, Perú, Faisão e Codorna.
Ordem Gruiformes – Grow, Saracura, e Galinha d’água.
Ordem Charadriiformes – Ave ribeirinha, aquática e Gaivota.
Ordem Gaviformes – Gavia immer.
Ordem Columbiformes – Pombo.
Ordem Psittaciformes – Papagaio.
Ordem Cuculiformes – Cuco e Anu.
Ordem Strigiformes – Coruja.
Ordem Caprimulgiformes – Bacurau e Curiango.
Ordem Apodiformes – Andorinhão e Beija-flor.
Ordem Coliiformes – pequenas e semelhantes a passarinhos.
Ordem Trogoniformes – Surucuá.
Ordem Coraciiformes – Martim pescador e Arimbá.
Ordem Piciformes – Pica-pau, Tucano e Araçari.
Ordem Passeriformes – Passarinhos, com 4 subordens e 69 famílias.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Características gerais das aves

* Têm o corpo coberto por penas, que protegem o corpo da perda de calor e auxiliam o vôo.

* A boca é um bico, sem dentes que pode variar de forma e de tamanho conforme a espécie, sendo estas adaptações ao tipo de alimentação.

* Têm dois pares de membros: anteriores as asas e posteriores as pernas ou patas. As patas também são adaptadas ao tipo de ambiente em que vive a ave. Cada pé geralmente com quatro dedos, canela e dedos envolvidos por pele cornificada.

* O seu esqueleto é delicado e forte, totalmente ossificado, têm ossos muito leves e, às vezes, são cheios de ar, ossos pneumáticos, que facilitam o vôo. O esterno é modificado em quilha, facilitando o corte do ar e fixando a musculatura peitoral.

* Respiração por pulmões compactos muito eficientes, presos às costelas e ligados aos sacos aéreos de paredes finas que se estendem entre os órgãos internos, apresentam um órgão especial a siringe, na base da traquéia, adaptada ao canto.

* O sistema circulatório é composto de coração e vasos sanguíneos. O coração tem quatro cavidades no coração, o sangue venoso não se mistura ao sangue arterial. Persiste apenas o arco aórtico direito, glóbulos vermelhos, ovais e biconvexos.

* O seu tubo digestivo é completo, composto: boca, faringe, esôfago, papo, estômago químico (proventrículo), estômago mecânico (moela), intestino, cloaca e órgãos anexos como o fígado e o pâncreas. Existe ainda a adição de sucos digestivos no proventrículo.

* As aves não têm bexiga urinária, mas seu sistema urinário é composto pelos rins e ureteres, por este motivo elas não conseguem acumular a urina, que se mistura com as fezes e é eliminada pela cloaca, como uma secreção semi-sólida.

* Apresentam dimorfismo sexual, isto é, o macho e a fêmea são muito diferentes.Têm sexos separados e são ovíparas. A sua fecundação é interna e ocorre no oviduto, antes da formação da casca calcária, são então eliminados pela cloaca. Seus ovos apresentam âmnio, cório, saco vitelino e alantóide e ao eclodir os filhotes são alimentados e vigiados pelos pais.

* As aves têm a audição e a visão muito desenvolvidas. A visão é muito aguçada e conseguem visualizar objetos a longa distância, seus ouvidos são melhores que os dos répteis. Algumas ainda apresentam um bom olfato.

* São homeotermas, isto é têm sangue quente, que se mantém com a queima dos alimentos e com auxílio das penas, que servem como isolante térmico. São chamadas de endotérmicas, pois a temperatura do corpo essencialmente é constante.

* A sua pele é recoberta por penas e com glândulas, as aves aquáticas apresentam na cauda a glândula uropigiana para impermeabilizar as penas.

* O cerebelo é bastante desenvolvido, pois este órgão está relacionado ao equilíbrio durante o vôo. São capazes de voar longas distâncias e retornar ao ponto de partida. Apresentam doze pares de nervos cranianos.

* O movimento das asas durante o vôo é devido principalmente aos grandes músculos peitorais. Em cada lado do grande peitoral origina-se da parte externa da quilha do osso esterno e insere-se na cabeça do úmero.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Corvo

O corvo é uma ave da família Corvidae e o representante de maiores dimensões da Ordem passeriformes.

Esta ave tem ampla distribuição geográfica nas zonas temperadas de todos os continentes. Vivem em bandos com uma estrutura hierárquica bem definida e formam, geralmente, casais monogâmicos. Fisicamente, possuem um bico forte e curto, e uma «barba» eriçada, que o distingue da gralha, que é também mais pequena. Tal como esta, é inteiramente negro.

A sua alimentação é omnívora e inclui pequenos invertebrados, sementes e frutos; podem ser também necrófagos.

Os corvos nidificam entre Fevereiro e Março num ninho em forma de uma grande taça, num armo bifurcado de uma árvore. Põem entre 4 e 6 ovos azul esverdeados claros com manchas castanhas, que são incubados pela fêmea durante 20/21 dias.

Na mitologia, são vistos geralmente como portadores de maus presságios, devido à sua plumagem negra e hábitos necrófagos. Por outro lado, o corvo é das aves mais curiosas e inteligentes que conhecemos. É igualmente um símbolo da Região de Lisboa.

Características:
• Comprimento - 65 cm

• Peso - 1000 a 1300 g
• Longevidade - 16 anos

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Jardim Zoológico celebra 125 anos


Amanhã, dia 28 de Maio, o primeiro parque zoológico da Península Ibérica comemora 125 anos de existência. A visita do Presidente da República, a partir das 11h30, e uma reconstituição história serão os pontos altos do dia. Com mais de um século de vida, o Jardim é um espaço cheio de histórias, e por isso, irá ter lugar uma recriação do dia da inauguração do Jardim Zoológico, com uma parada de época, organizada pela Associação Acordar História Adormecida/Museu das Crianças e com a colaboração da GNR, que marcará presença com a carruagem que conduziu a família Real ao Jardim.

Com 125 anos de História, o
ZOO de Lisboa está de cara lavada! Entre as zonas que mais inovações tiveram, estão o Templo dos Primatas, que agora acolhe Gorilas, Chimpanzés e Orangotangos, o Reptilário, o Vale dos Tigres e as instalações dos Rinocerontes-indianos e dos Rinocerontes-africanos. As alterações feitas foram ao encontro de uma maior semelhança com o habitat natural das espécies, da introdução de mobiliário, de plataformas, cordas, água, correntes e muitas estruturas próprias para estimular os comportamentos naturais dos animais.

Classificada como Instituição de Utilidade Pública desde 1913, o
Jardim Zoológico acolhe cerca de 2000 animais de 360 espécies e recebe, todos os anos, muitas centenas de milhares de visitantes.

Para celebrar os seus 125 anos, o
Jardim Zoológico vai estar em festa: todos os Sábados e Domingos dos meses de Maio e Junho vão contar com muita animação e diversão. Os visitantes vão poder contar com pinturas faciais, esculturas de balões, personagens cómicas, monociclo e também malabarismo. Esta oferta proporcionada aos visitantes está incluída no Bilhete Único e é, sem dúvida, um óptimo motivo para visitar o Jardim Zoológico.

E porque o
Jardim Zoológico quer comemorar esta data com todos os visitantes, no dia 28 de Maio, todos aqueles que fizerem anos nesse dia não pagam a entrada, desde que acompanhados de dois adultos pagantes. Além disso, será ainda oferecida a entrada ao 125º visitante que entre no Parque nesse dia.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Dia Mundial da Terra

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Terra. Esta data foi criada em 1970 pelo Senador norte-americano Gaylord Nelson, que convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição.

A partir de 1990, o dia 22 de Abril foi adoptado mundialmente como o Dia da Terra, assinalando a luta pelo meio ambiente e tentando alertar para problemas que afectam o nosso planeta, tais como o aquecimento global e a poluição.

Actividades como limpeza de praias, palestras sobre aquecimento global, campanhas de reciclagem, concursos, workshops e outros eventos culturais têm lugar hoje em Portugal e no resto do mundo.

Quem se interessa por esta temática, deve assistir hoje à programação especial do canal National Geographic.

Alguns dados sobre o planeta Terra:

- terceiro planeta do sistema solar, tendo a Lua como seu único satélite natural
- área total de 510,3 milhões de km2, sendo aproximadamente 97% composto por água (1,59 bilhões de km3)
- a quantidade de água salgada é 30 vezes a de água doce, e 50% da água doce do planeta está situada no subsolo
- a atmosfera terrestre vai até cerca de 1.000 km de altura, sendo composta basicamente de nitrogénio, oxigénio, arménio e outros gases- o relevo da Terra é influenciado pela acção de vários agentes (vulcanismo), abalos sísmicos, ventos, chuvas, marés, acção do homem) que são responsáveis pela sua formação, desgaste e modelagem- o ponto mais alto da Terra é o Everest no Nepal/ China com aproximadamente 8.848 metros acima do nível do mar

Um site a visitar... Greenpeace

É preciso tomar consciência e agir contra os problemas ambientais do nosso Planeta. Não é só por nós, mas também por eles!


terça-feira, 17 de março de 2009

Lute contra o Aquecimento Global!

É algo tão simples como desligar o interruptor.

O que começou como um movimento quase espontâneo que pretendia incentivar os habitantes de Sidney a apagar as suas luzes e despertarem para os problemas ambientais, cresceu e tornou-se numa das maiores iniciativas mundiais de luta contra as alterações climáticas.Em 2009, às 20H30 de 28 de Março, pessoas em todo o mundo são desafiadas a apagarem as suas luzes por uma hora – a Hora do Planeta.

Pretende-se este ano que mil milhões de pessoas, em mais de 1000 cidades, se unam em torno deste movimento e com este gesto simbólico mostrem que é possível tomar medidas contra o aquecimento global.

A Hora do Planeta começou em 2007, na cidade australiana de Sidney. Nessa altura 2,2 milhões de habitações e empresas desligaram as suas luzes por uma hora. Apenas um ano mais tarde é que este evento se transformou no movimento global para a sustentabilidade que é hoje, com a participação de cerca de 100 milhões de pessoas e abrangendo 35 países.

Desde então, marcos emblemáticos mundiais, tais como a ponte Golden Gate, em São Francisco (EUA), o Coliseu de Roma, em Itália, e o painel publicitário da Coca-Cola em Times Square (Nova Iorque, EUA), ficaram às escuras, como símbolos de esperança por uma causa que se torna mais urgente a cada hora que passa.

A Hora do Planeta 2009 é um apelo global de acção a todos os cidadãos, todas as empresas e todos os Governos. Um apelo para marcar presença, assumir responsabilidade e envolver-se num esforço conjunto para um futuro sustentável.

Edifícios e marcos simbólicos, desde a Europa até às Américas, vão permanecer às escuras no dia 28 de Março. Em várias cidades do mundo, incluindo Lisboa, as pessoas vão apagar as luzes e unir-se para criar uma acção vital que se pretende que desencadeie a discussão sobre o futuro do nosso precioso planeta.

Mais de 70 países vão participar na Hora do Planeta 2009. Este número cresce diariamente à medida que as pessoas começam a entender este movimento como um acto tão simples que pode gerar tão profundamente a mudança.

A Hora do Planeta é uma mensagem de esperança e uma mensagem de acção. Cada um de nós pode fazer a diferença!

Às 20:30 do dia 28 de Março de 2009 apague as luzes e veja a diferença que pode fazer no combate ao aquecimento global; registe-se em http://www.earthhour.org/portugal e junte-se ao movimento HORA DO PLANETA.